Escolha uma Página

Empowerment é um termo relativamente novo no contexto empresarial, mas que vem ganhando muito espaço no mercado. A palavra derivada do inglês tem como significado o empoderamento. Com base nisso, pode abranger diversos aspectos sociais. Porém, na empresa, representa um modelo de gestão mais participativo e aberto.

O resultado disso são equipes mais autônomas, que conseguem alcançar resultados importantes sem a necessidade da interferência constante do gestor. Tudo isso é fruto, claro, de uma maturidade coletiva das equipes, que conseguem se portar de forma responsável e comprometida.

Veja também: Como a Rock Content contrata e retém os seus talentos

Se você ficou curioso e quer saber ainda mais sobre o Empowerment, continue conosco. Neste post, você entenderá melhor do que se trata esse conceito, que benefícios pode gerar para as equipes e para a empresa e, finalmente, como é praticado nos negócios. Boa leitura!

O que é Empowerment?

 

O Empowerment é uma abordagem voltada para a geração de autonomia das pessoas que compõem uma empresa e para a construção de uma gestão descentralizada. Nesse sentido, o empoderamento serve como uma forma de dividir o poder também entre as pessoas que executam as tarefas propriamente ditas.

Dessa forma, o principal impacto percebido é a redução significativa de lentos processos burocráticos que normalmente ocorrem até que cada nova ideia seja aprovada por um supervisor, como acontece nos modelos de gestão mais tradicionais. Porém, para que a metodologia funcione, é preciso que uma série de fatores sejam postos em prática.

O primeiro deles é o entendimento de que, para que as pessoas consigam executar suas tarefas de forma acertada, é extremamente necessário que a informação flua livre e agilmente por toda a empresa. Afinal, essa é a única forma de embasar as decisões diárias no contexto real em que ela trabalha.

Além disso, delegar o poder exige uma atuação responsável e comprometida por parte das equipes. Aspectos como cooperação, proatividade e confiança também são muito importantes. Desse modo, as equipes tendem a atuar com mais criatividade, motivação e energia.

Portanto, o empoderamento é uma forma de engajar e reforçar o sentimento de pertencimento dos funcionários em relação à empresa. Para que você entenda melhor os benefícios que essa prática pode gerar, confira o nosso próximo tópico.

Quais são os benefícios gerados por ele?

Você já viu que o Empowerment é uma prática utilizada para distribuir o poder e, dessa forma, beneficiar vários aspectos dentro da organização. Agora, confira detalhadamente como essa metodologia pode contribuir para a sua empresa.

1. Proporciona autonomia aos funcionários

A autonomia é a capacidade que uma pessoa tem de tomar as próprias decisões, com base nas informações disponíveis e sem a influência dominante de alguém. Logo, em uma gestão participativa, na qual todos têm voz, como acontece no Empowerment, os funcionários passam a ter mais autonomia para atuar.

2. Gera grandes poderes e grandes responsabilidades

A autonomia não serve apenas para dar ao funcionário o poder de decidir. Existe uma frase muito conhecida no cinema que diz que com grandes poderes vêm grandes responsabilidades. Esse é o caso do Empowerment, que gera no indivíduo o sentimento de responsabilidade pelas suas decisões, como se ele também fosse o dono da empresa.

3. Cria uma cultura de feedback

Todo o poder gerado por meio da gestão descentralizada deve ser validado por meio do retorno obtido. Portanto, torna-se muito importante gerar feedbacks que permitam avaliar se as expectativas estão sendo alcançadas e se a equipe está dando conta das demandas. Com isso, o feedback passa a integrar a cultura da empresa.

4. Otimiza as atividades diárias

A vontade de progredir e fazer mais pela empresa é algo que cresce junto à autonomia e ao poder proporcionado aos funcionários. Portanto, com mais proatividade ocorre a otimização das atividades diárias, impactando a produtividade individual dos funcionários, os resultados da equipe e os objetivos da empresa.

5. Melhora o clima organizacional

Uma pessoa insatisfeita acaba transparecendo isso na sua rotina, afetando quem está à sua volta e contribuindo para um ambiente de trabalho ruim. No entanto, o contrário também é verdadeiro. Uma pessoa satisfeita e motivada tem o poder de perpetuar a cooperação na cultura da empresa e impactar positivamente aos que estão à sua volta.

6. Reduz a burocracia e os níveis hierárquicos

Para essa prática funcionar, é preciso que a responsabilidade pelas decisões seja distribuída aos cargos e funções de interesse de cada área. Isso simplifica os processos, reduz os níveis hierárquicos e derruba boa parte da burocracia existente na tomada de decisões.

Como funciona na empresa?

O Empowerment faz parte de uma série de estratégias para modernizar as lideranças, fazendo com que sejam cada vez menos autoritárias e mais disponíveis para ajudar seus liderados. Para isso, é preciso que os funcionários desenvolvam maturidade profissional e comprometimento com a realização do seu trabalho.

A partir disso, a empresa passa a construir vantagens estratégicas importantes. A proatividade, agilidade das tarefas e redução de burocracias é apenas a ponta do iceberg. Com o Empowerment, a empresa nutre equipes autogerenciáveis e acaba levando seus funcionários a um próximo nível em termos de autorresponsabilidade.

Um funcionário que entende o seu papel na empresa e sabe que o seu sucesso depende do seu esforço em se aperfeiçoar, torna-se muito mais atuante em relação aos problemas e dificuldades alcançados. O resultado disso é um ganho significativo em termos de comprometimento.

E se todos os funcionários das suas equipes fossem capazes de gerenciar a si mesmos? Você já imaginou quanta vantagem isso geraria? Essa é a realidade no Empowerment: pessoas conscientes de suas responsabilidades, que não esperam e sequer precisam que alguém as ordene.

O resultado é uma empresa com um nível de comunicação fluido, riqueza de informações, hierarquia mínima e eficácia nos processos, confiança e colaboração entre as equipes, agilidade na resolução de problemas e solução de falhas, além de diversas outras vantagens.

Todo esse contexto favorece o crescimento acelerado e contínuo da empresa. Mas não é só isso: com o crescimento da empresa, as pessoas que fazem parte dela também experimentam o seu desenvolvimento a nível exponencial.

Oportunidades são geradas com mais frequência, os treinamentos são alinhados com as reais necessidades, as pessoas passam a procurar espontaneamente o seu aperfeiçoamento — e tudo isso é construído a partir de passos simples, como:

  • a melhoria da comunicação organizacional;
  • a criação de um clima organizacional que gere confiança;
  • o reconhecimento do trabalho bem feito;
  • o incentivo à emissão de opinião e sugestões;
  • o compartilhamento transparente da visão do negócio;
  • a gestão participativa;
  • o estímulo ao intraempreendedorismo.

Agora que você já sabe mais sobre Empowerment, seus benefícios e como ele funciona na empresa, não deixe de conferir o nosso post RH estratégico: o que é e quais os benefícios para a sua empresa!

 

 

ebook manual contratação eficiente