Escolha uma Página

Um dos valores mais trabalhados pelas empresas é a capacidade de estar bem preparada e ter um corpo de funcionários capacitados, atualizados e estáveis. Por isso, o setor de Recursos Humanos tem ganhado muito espaço e reforçado que para ter bons resultados, é entender como identificar talentos e contratar a pessoa certa.

Se você quer ter bons resultados e investir em boas contratações, continue a leitura e descubra por que é importante focar em métodos que ajudem na identificação de talentos e quais as principais estratégias para fazer escolhas assertivas.

Por que buscar novos talentos?

Quando pensamos na formação histórica do setor de Recursos Humanos, percebemos que essa é uma área relativamente nova. Nomeada durante a Revolução Industrial como “Recursos Industriais”, a intenção era estruturar a relação entre empregador e funcionário.

Como as atividades eram tecnicistas naquela época e o operário era visto como uma extensão das máquinas, as relações eram muito diferentes das que temos hoje: os patrões visavam lucro e os funcionários queriam seus direitos constitucionais.

Com o crescimento e o desenvolvimento da psicologia na primeira metade do século XX, esse departamento iniciou sua transformação e dois sentimentos, os quais gerariam mais determinação no funcionário, passaram a fazer parte da cultura organizacional. São eles: pertencimento e participação.

Essa é uma ideia muito trabalhada atualmente, pois, a partir desse olhar, o departamento de contratação passa a compreender o funcionário como um elemento fundamental da empresa.

Para encontrar esses colaboradores alinhados às vagas, o processo de recrutamento e seleção, com o passar do tempo, vêm se aperfeiçoando, buscando os profissionais certos para que a empresa evite problemas, como:

  • rotatividade de pessoal;
  • gastos financeiros;
  • baixa produtividade da equipe;
  • cultura organizacional enfraquecida;
  • imagem da empresa prejudicada.

Os novos talentos, principalmente os da geração Z, têm muito a oferecer com suas características que prezam pela boa liderança, sentimento de pertencimento, empenho para investir em atualização e uma enorme vontade de contribuir. Além disso, é preciso considerar que uma organização, reconhecida por abrir portas e gerar oportunidade para jovens, tem uma construção muito positiva de sua imagem.

As empresas, portanto, necessitam de novos talentos e devem levar isso em consideração na hora do processo seletivo, a fim de adotar estratégias capazes de identificá-los. Veja quais!

Planeje o processo com cuidado

De acordo com Chiavenato, em sua obra Gestão de Pessoas, o recrutamento é uma atividade que tem por objetivo atrair candidatos, dentre os quais serão selecionados os futuros participantes da organização. Esse é um aspecto muito importante, pois o futuro da companhia estará ligado a esses novos contratados.

Então, defina qual é o perfil profissional para a vaga, quais serão suas funções, como será a triagem, quais serão as perguntas de análise comportamental, como será a seleção de entrevistados e quais serão as dinâmicas de grupo que eles deverão fazer.

Implemente atividades desafiadoras

Buscar atividades que testam a forma como o candidato lida com determinadas situações é muito importante para que a empresa perceba como ele lida com a prática diária. Assim, o participante terá a oportunidade de se envolver com experiências mais significativas, já que a maioria desses processos consiste em estruturar tomadas de decisões ou analisar o comportamento interpessoal.

Durante as atividades, o candidato precisa se demonstrar como gestor, líder ou bom vendedor de uma marca. Dessa forma, a empresa poderá escolher participantes mais confiáveis.

Faça avaliações comportamentais

É importante avaliar as habilidades do candidato desenvolvidas ao longo da sua carreira. Por isso, a pesquisa comportamental deve estar alinhada ao perfil do cargo. Essas perguntas farão com que o candidato descreva suas ações, medidas, comportamentos e sentimentos em diferentes momentos de sua carreira.

É importante que o recrutador elabore um roteiro de entrevista no qual seja composto por perguntas que possibilitem a identificação de competências técnicas e comportamentais, como, por exemplo, a inteligência emocional.

Avalie valores e cultura

Quando a cultura organizacional de uma empresa é bem definida, a maioria dos candidatos já sabe o que encontrar naquela organização. Assim, é importante priorizar os participantes que estejam alinhados aos valores e à cultura organizacional.

Afinal, aqueles que forem contratados serão fontes de divulgação da empresa, carregarão consigo a missão e a imagem da marca.

Como a tecnologia pode ajudar?

A tecnologia é essencial para ajudar no processo de recrutamento feito pelo RH. Existem plataformas que podem divulgar a vaga, encontrar talentos em todo o país, agilizar o processo de triagem dos currículos, selecionar os candidatos adequados ao perfil da empresa e montar um banco de talentos que poderá demonstrar a evolução do candidato com o passar do tempo.

Saber como identificar talentos e contratar a pessoa certa é essencial para garantir o futuro do negócio. O novo colaborador terá participação e envolvimento com os negócios; por isso, é importante contar com suas experiências, seu talento, sua organização, sua formação e com as novas ideias que tem para apresentar para a companhia.

Notou como é importante saber como identificar talentos para contratar a pessoa certa para a empresa? Se você quer conhecer mais sobre esse assunto, veja como trabalhar as boas práticas de retenção de talentos na empresa!