Escolha uma Página

Um problema comum entre os empreendedores são os encargos com a contratação de funcionários. Muitas vezes o empresário identifica a necessidade de um novo colaborador mas acaba esbarrando no alto custo envolvido. Nesse contexto, um estagiário ou trainee podem ser ótimas opções.

Esses profissionais geralmente estão com a fundamentação teórica atualizada e os gestores podem moldá-los de acordo com suas necessidades. Crescer junto com a empresa também é uma realidade: com os incentivos certos, eles podem se tornar ótimos supervisores ou diretores.

Para que não fiquem dúvidas de quem contratar, ao longo desse artigo explicaremos as características desses profissionais e quais pontos devem ser levados em consideração na hora da decisão. Acompanhe!

Estagiário

Em primeiro lugar, é importante que a empresa tenha consciência do que um estagiário pode agregar à organização. Os estudantes costumam estar interessados e entusiasmados com a possibilidade de aprender e colocar em prática o conhecimento adquirido em sala de aula.

Atribuições

O estágio é uma atividade regulamentada pelo Governo Federal, lei nº 11.788 de 2008, que dispõe as seguintes questões a respeito das atribuições ao cargo:

  • as atividades a serem desenvolvidas devem constar no termo de compromisso, assinado pelo aluno, pela empresa e pela instituição de ensino na qual o indivíduo está matriculado;
  • o estagiário deve ser acompanhado pelo orientador previamente estabelecido pela instituição de ensino, e pelo supervisor da empresa contratante.

Quem é contratado em regime de estágio não pode assumir nenhuma responsabilidade maior. O objetivo da contratação é justamente aplicar o conhecimento teórico e aprimorá-lo na prática.

Qualquer atividade que fuja do que foi previamente estabelecido se caracteriza como vínculo empregatício, todos seus benefícios e parte burocrática.

Carga horária

A jornada de trabalho do estagiário é definida em comum acordo entre a empresa contratante, o aluno e a instituição de ensino e não pode ultrapassar:

  • 4 horas diárias (20 horas semanais), quando estudante de educação especial ou nos dois anos finais do ensino fundamental pelo EJA;
  • 6 horas diárias (30 horas semanais), para aqueles que cursam ensino superior, ensino médio regular ou ensino técnico.

Os estagiários têm direito a redução da carga horária em dias de prova e as empresas não podem mantê-lo nesse tipo de contrato por mais de 2 anos.

Trainee

Geralmente, empresas que contam com esse programa tem um plano de cargos e salários bem estruturado. Essa medida faz parte de um pacote de benefícios muito convidativo e eficiente para atrair, reter talentos e diminuir os índices de turnover.

Essa modalidade busca jovens mais preparados, muitas vezes já formados, com outro idioma no currículo, entre outras demandas que variam pela necessidade de cada empresa.

O objetivo de um programa de Trainee é capacitar o profissional para assumir uma posição fixa na empresa, como um cargo júnior, para posteriormente crescer la dentro.

A carga horária do trainee não tem ressalvas como a do estagiário. O funcionário pode trabalhar o mesmo período que os outros colaboradores, uma vez que seu contrato é feito pelo regime CLT.

Não é necessário a existência de um contrato entre empresa e instituição de ensino, contudo, a maioria das grandes organizações preferem indivíduos que se formaram em uma média de até 3 anos.

Perfil ideal para empresa

Uma empresa pode adotar em suas políticas tanto a contratação de um estagiário como a do trainee. É preciso analisar as particularidades de cada modelo de contrato e verificar qual está mais adequada às necessidades do empregador.

Estagiário ou trainee são valiosos quando se trata de pessoas para seguir carreira ou assumir cargos de liderança no futuro. Quando a contratação de gestores ou coordenadores é externa o funcionário pode não se identificar com a cultura da empresa, o que não ocorre com quem foi preparado durante anos para assumir essa posição.

Já está preparado para contratar? Ficou alguma dúvida ou tem algo a acrescentar? Deixe seu comentário!

ebook manual contratação eficiente