Escolha uma Página

O capital humano é o diferencial que qualquer empresa necessita para ver o negócio prosperar. Portanto, é uma preocupação constante do RH encontrar formas de atrair, selecionar e reter os melhores talentos disponíveis no mercado. Para isso, ele tem se aliado ao inbound recruiting para alcançar resultados cada vez melhores.

Levantar informações sobre o nível de engajamento e motivação dos profissionais antes mesmo de contratá-los pode envolver um pouco mais de complexidade. Por isso, preparamos o conteúdo de hoje especialmente para você entender o inbound recruiting, como ele funciona e como você pode implantar na sua empresa. Confira!

O que é inbound recruiting?

As formas como as empresas anunciam suas vagas e recrutam candidatos mudaram muito ao longo dos últimos anos. A velha técnica de anunciar em jornais, por exemplo, pode não ser mais eficiente para uma série de cargos. Pensando nisso, o RH buscou desenvolver estratégias mais eficientes e precisas para atrair os candidatos certos.

O inbound recruiting tem sua origem no conceito do inbound marketing, que é o estabelecimento de um relacionamento de longo prazo com os clientes de uma empresa. No inbound recruiting esse cenário se volta para a relação que a empresa mantém com os futuros candidatos aos cargos disponíveis em processos seletivos.

Para isso, ele capta e mapeia os profissionais com o perfil ideal para trabalhar na organização. Isso é feito por ferramentas de marketing, da geração de conteúdos que engajem os futuros colaboradores e do alinhamento das expectativas a respeito do plano de carreira corporativo.

Dessa forma, é possível agregar informações relevantes sobre o candidato, como os interesses e as inclinações profissionais dele. Em longo prazo, essas informações podem ser úteis para estreitar o relacionamento com o talento, fazendo com que ele se torne consumidor engajado da sua marca.

Quando a empresa precisar abrir um novo processo seletivo, terá em mãos uma relação dos melhores profissionais e um canal de comunicação direta com eles, além de informações captadas por meio do cadastramento de currículos, redes sociais ou mesmo provenientes de outros processos seletivos em que não foram aprovados.

Como ele pode beneficiar a empresa?

Imagine que ao abrir um novo processo seletivo, em vez de triar uma série de profissionais que podem ou não ter perfis comportamentais alinhados com a expectativa da empresa, ela possa pular direto para a fase de escolher apenas entre candidatos muito próximos do seu perfil ideal.

Essa é a ideia do inbound recruiting para agilizar e dar mais precisão às contratações da companhia. Assim, quando chega a fase das entrevistas, os candidatos já conhecem a cultura da empresa e se sentem familiarizados com a sua abordagem.

Esses são apenas alguns dos benefícios gerados pelo investimento em inbound recruiting. Confira mais alguns deles.

Contribui para a reputação da marca

O inbound recruiting auxilia na manutenção da employer branding, reforçando uma imagem positiva da empresa, que se preocupa com o processo seletivo de uma forma mais abrangente, levando em consideração aspectos que não são utilizados no procedimento tradicional.

Melhora a motivação e o alinhamento de expectativas

Por considerar o perfil do profissional com quem a empresa mantém contato, ela consegue ser mais precisa ao escolher os talentos que pretende trazer para dentro do negócio. Assim, com contratações mais eficazes, é possível aprimorar a motivação e o alinhamento das equipes no dia a dia de trabalho.

Economiza tempo

Com a inserção do candidato em seu fluxo de nutrição, a corporação economiza tempo e esforços da equipe de RH em divulgar a vaga e triar uma quantidade superior de currículos. Essa agilidade faz parte do melhoramento do processo seletivo, que também se torna mais eficiente.

Reduz custos com processos ineficientes

Por existir esse conhecimento prévio entre a empresa e o candidato, as chances de que o processo de seleção seja ineficaz reduzem consideravelmente. Assim, os custos com recrutamentos robustos e que não trazem tanto resultado, bem como todos aqueles que envolvem contratações equivocadas também diminuem.

Quais as principais técnicas do inbound recruiting?

O processo do inbound recruiting é muito próximo do que é realizado no inbound marketing. É preciso:

  1. captar leads (candidatos) em redes sociais, sites, eventos, etc.;
  2. começar um relacionamento que entregue valor para os leads (com envio de e-books, webinars, blog posts);
  3. reunir informações relevantes sobre o público-alvo, geralmente captadas em troca dos conteúdos oferecidos;
  4. segmentar os conteúdos de acordo com os interesses de carreira de cada lead, gerando ainda mais confiança na marca.

Como implantar na sua empresa?

Defina um perfil desejado

Para encontrar o colaborador certo e nutrir uma relação com ele ao longo do tempo, é importante avaliar o quanto ele está alinhado com as expectativas da empresa no que diz respeito a perfil comportamental, valores, objetivos profissionais e outros aspectos. Para isso, é preciso definir as características ideais para um candidato.

É necessário entender que em uma relação de trabalho os benefícios devem ser percebidos por ambas as partes, empresa e funcionário. Assim, é preciso se certificar de que a empresa conseguirá dar o suporte necessário para que o novo colaborador cresça e se desenvolva.

 Mantenha uma busca constante

Uma das maiores vantagens do inbound recruiting é que você consegue estabelecer um laço com o candidato ideal sem contratá-lo naquele momento. Dessa forma, é possível se manter em uma busca ativa pelos talentos que possam se encaixar e contribuir com o negócio.

Isso pode ser feito por meio de indicações, redes sociais ou mesmo pela divulgação online dos benefícios que a empresa oferece. O mais importante é fornecer  informações suficientes para que o candidato se mantenha interessado em fazer parte da sua equipe.

Conheça os profissionais

É importante fazer o primeiro contato e começar a conhecer os profissionais mesmo que a empresa não esteja contratando. Ela pode utilizar e-mails personalizados, que captem e retenham a atenção do candidato, ajudando a descobrir mais sobre seus focos de interesse.

Com isso, a empresa poderá afunilar cada vez mais a relação, oferecendo informações relevantes e gerando valor para o profissional.

Pense no longo prazo

O inbound recruiting tem entre suas vantagens a possibilidade de construir uma relação de longo prazo. Isso é benéfico e deve ser usado para aperfeiçoar a escolha de novos profissionais. Para isso, é necessário se fazer presente na memória dos candidatos.

A empresa pode (e deve) investir em meios variados de comunicação sempre que possível. Outra estratégia eficiente é o fornecimento de mensagens em diferentes modelos, como um vídeo apresentando a empresa ou um blog post.

Com o inbound recruiting a gestão de RH se instrumentaliza para prospectar no mercado os profissionais que melhor se enquadre aos objetivos e cultura da organização.

Agora que você sabe o que é o inbound recruiting e como ele pode ajudar a captar talentos, compartilhe este post nas suas redes sociais.

ebook manual contratação eficiente