Escolha uma Página

Você sabe o que são soft skills? Nos tempos atuais saber trabalhar em equipe e ter resiliência são diferenciais importante. Cabe ao gestor identificar essas qualidades e ajudar o colaborador a potencializá-las.

Mas como fazer isso? Quais as melhores práticas? Quais as características principais que devem ser identificadas? Essas são algumas das principais perguntas que ajudamos a responder neste artigo.

Você vai entender melhor essa importante inteligência e como aplicá-la da forma correta. Prepare o cafezinho e agregue conhecimento com essa leitura!

O que são soft skills?

Soft skills são habilidades subjetivas que se relacionam diretamente com caráter, crença, valores e principalmente com a personalidade de um colaborador. A partir dessas características identificamos respostas importantes sobre o relacionamento interpessoal, o espírito de equipe e a capacidade analítica da pessoa.

Veja alguns soft skills importantes:

  • resiliência;
  • flexibilidade;
  • boa comunicação;
  • capacidade analítica;
  • paciência;
  • ética;
  • senso de liderança;
  • espírito de equipe;
  • cordialidade;
  • dinamismo.

O que são hard skills?

É fundamental entender que soft skills e hard skills são conceitos diferentes. Enquanto o primeiro identifica qualidades mais subjetivas, o segundo aponta questões mensuráveis ou quantificáveis.

Geralmente as hard skills são alcançadas após a conclusão de cursos, treinamentos, graduações, leituras etc. Dessa forma, são competências mais fáceis de identificar, como:

  • proficiência em língua estrangeira;
  • mestrado ou doutorado;
  • certificações especiais;
  • operação de máquinas;
  • desenvolvimento de softwares.

Como avaliar soft skills em um candidato?

Entenda como é o seu espírito de equipe

Investigue qualidades como empatia, boa comunicação e senso de coletividade. Crie testes que trabalhem o perfil colaborativo fazendo com que o candidato mostre suas virtudes de auxílio e compreensão coletiva.

Conheça situações em que trabalhou como parte de um grupo

É importante conhecer o comportamento do colaborador tanto como líder quanto como parte da equipe. Como membro de um grupo, o profissional deve saber o timing correto de fazer um questionamento ou quando é preciso simplesmente acatar uma ordem mais impositiva.

Além disso, deve respeitar a posição de colegas e a hierarquia, especialmente nas empresas mais tradicionais.

Descubra os desafios enfrentados em sua carreira

Descobrir as soluções que foram desenvolvidas em situações extraordinárias ou mesmo entender o porquê de ocorrências fracassadas também é importante para avaliar soft skills. Nesse caso, procure identificar potencial criativo e resiliência.

Saiba como agiu quando precisou pedir ajuda

Essa competência é muito importante para identificar se o colaborador reconhece as próprias limitações. Além disso, dá uma noção de seu senso ético para lidar com essa deficiência e procurar os meios corretos para solucionar a questão.

Como adotar o método?

Em primeiro lugar, mapeie as necessidades organizacionais tanto em hard skills como em soft skills com o setor de recursos humanos. Considere os cargos e funções, além de todos os resultados desejados, e identifique os valores e a cultura organizacional.

Trace o perfil desejado e elabore a descrição da vaga. Essas informações embasarão a primeira etapa do processo de recrutamento e seleção. Por último, realize as entrevistas.

Reconheça potenciais e estimule comportamentos proativos e iniciativas colaborativas. Dessa forma você favorecerá o desenvolvimento profissional e identificará com mais facilidade perfis mais dispostos, engajados e comprometidos com o sucesso da organização.

Forneça feedback claro e honesto sobre atuações, execuções e serviços. Estabeleça uma troca positiva em que serão explanados pontos fortes do colaborador e indicados os pontos que precisam ser desenvolvidos.

Chegamos ao fim do nosso artigo. Viu como a avaliação de soft skills pode ser tão importante para o seu processo de recrutamento e seleção? Não deixe de aplicar nossas dicas e adequar um modelo para implementação da inteligência.

Agora, aproveite para ir além de soft skills e também conheça os tipos de entrevista estruturada, semiestruturada e não estruturada.



ebook manual contratação eficiente