Escolha uma Página

Você sabe o que é People Analytics? Diante de uma forte transformação digital, os conceitos sobre a análise de dados ganharam muita importância. Nesse aspecto, muitas ferramentas surgiram.

Além dessa ferramenta, o Big Data também se mostra interessante para aplicações no RH. Mas como implementar e desenvolver essas ferramentas da melhor forma possível?

Entenda neste artigo como fazer isso, amplie a sua cultura digital melhorando a qualidade do seu setor de RH e construa um melhor alinhamento estratégico. Acompanhe!

O que é People Analytics?

People Analytics não é uma plataforma, um software ou uma ferramenta. Na verdade, é um conceito ou uma metodologia que tem a função de coletar, organizar e analisar dados.

Essas funções estão diretamente relacionadas à gestão de pessoas — daí o nome People Analytics que, em português, significa análise de pessoas. Com isso, busca-se uma visão estratégica sobre os perfis de colaboradores na empresa.

Porém, para que esse conceito tome forma, é preciso buscar dados e informações sobre os funcionários e ter a capacidade de analisar e oferecer respostas estratégicas para a evolução da organização e de processos importantes, como o recrutamento e seleção de pessoas.

Esse acesso é um tanto complicado quando você tem todos os registros em papéis ou reunidos em documentos esparsos em computadores. Nesse momento, entra o valor da ferramenta Big Data, que permite o tratamento digital dessas informações.

O que é Big Data?

Ao contrário do People Analytics, o Big Data não se mostra como uma metodologia, mas como uma ferramenta digital relacionada a extensos volumes de dados — e daí vem o nome, que significa grandes dados.

Então, o Big Data coleta grandes volumes de dados, sejam eles estruturados ou não, de fontes diversas e permite o tratamento e a análise para transformá-los em informações úteis ao planejamento estratégico da empresa.

Acontece que esse tratamento, quando é feito sem a metodologia correta, acaba não fornecendo as respostas ideais ou não trabalhando na velocidade esperada para a empresa.

Nesse sentido, os dois conceitos acabam se complementando, já que a metodologia People Analytics identificará dados soltos, fragmentações etc., e fará cruzamentos e análises importantes para transformá-los em informações.

Por que essas ferramentas são importantes no processo de recrutamento e seleção de candidatos?

Essa junção é particularmente importante no setor de RH, que é um departamento que precisa trabalhar informações sobre as pessoas que atuam na empresa.

Mais do que tratar e organizar esses dados, essa implementação tende a qualificar a informação. Isso é extremamente útil para estabelecer programas de recrutamento e seleção mais adequados e assertivos.

Quais são os benefícios da implementação de People Analytics no setor de RH?

Ao fazer essa implementação, o setor de RH muda a estratégia central para o tratamento de dados no momento do recrutamento. Além disso, é possível traçar novos índices e caminhos para planos de carreira.

A análise de números contribui tanto para o departamento quanto para os funcionários visualizarem a sua performance e identificarem possíveis falhas, ineficiências e outros problemas.

Nessa linha, o analista pode até identificar comportamentos distintos em relação a espaços de tempo ou desempenho entre colegas de um mesmo setor. Então, é possível criar feedbacks mais construtivos e posicionar colaboradores no caminho do perfil ideal. Veja casos de sucesso com a tecnologia People Analytics:

  • Google: análise automatizada para aumentar a eficiência do time de recrutamento;
  • Nielsen: redução da taxa de rotatividade ao identificar mais facilmente os motivos de saída;
  • Bank of America: uso do People Analytics para valorizar os profissionais existentes e aproximá-los do perfil ideal. Com isso, a empresa diminuiu os índices de turnover;
  • McKinsey: aplicação de People Analytics para identificar padrões de comportamento e reter um maior número de talentos;
  • Tboom: usa o People Analytics como ferramenta de gestão de trabalho e visibilidade de dados;
  • Humanyze: empresa especializada em People Analytics. Destaque para o uso de informações sobre conversas de funcionários, interações com clientes e andamento diário do trabalho;
  • IBM: implementou People Analytics e praticou análise de sentimentos para captar insights por meio de interações na rede social interna.

Por que People Analytics e Big Data são tendências de mercado?

Após todas essas constatações, não é difícil identificar que esses conceitos são considerados tendências de mercado para o setor de RH. Nessa linha, são ferramentas que proporcionam identificação do valor com mais facilidade e embasam novas ideias para o aprimoramento do clima organizacional.

Outra tendência que impulsiona o uso desses modelos é a aplicação de BI (Business Intelligence) à gestão de pessoas. Ou seja, é possível criar uma base de dados forte e potente para administrar, manter e captar talentos — além de impulsioná-los para o atingimento das metas e objetivos dos negócios da empresa.

Mais um fator que ratifica a ideia de tendência é a otimização de processos. Com um grande volume de dados e informações, os profissionais de RH se deparam com rotinas e procedimentos complexos e trabalhosos.

Então, o People Analytics, aliado ao Big Data, proporciona uso da inteligência artificial para melhorar lucratividade, automatizar e reduzir processos e tarefas, além de abrir espaço para pensamentos estratégicos. Dessa forma, é possível até perder a competitividade nos próximos anos caso isso não seja implementado.

People Analytics e Big Data são considerados tendências. Há uma perspectiva de crescimento da utilização dessas ferramentas para os próximos anos. Veja algumas transformações que ocorrerão naturalmente nos setores de trabalho que usam essas ferramentas:

  • aumento cada vez mais significativo sobre o número de dados e informações a serem tratados;
  • diversificação de abordagens com novas ideias e pensamentos sobre como analisar as informações;
  • investimentos em tecnologias de segurança e proteção de dados para preservar integridade e privacidade das informações.

É certo que a sua visão sobre dados e informações foi ampliada a partir desta leitura. Cabe a você assumir o compromisso de se integrar a esse novo mindset e se acostumar com o uso de ferramentas tão poderosas como essas.

Neste artigo, você aprendeu os conceitos de People Analytics e Big Data. Além disso, descobriu sua importância e seus benefícios para o setor de RH, especialmente em processos de recrutamento e seleção de candidatos.

A caminhada de conhecimento é valiosa para qualquer profissional nos dias atuais. Aproveite a oportunidade e assine nossa newsletter para manter os estudos e as atualizações em dia!

ebook manual contratação eficiente