Escolha uma Página

O departamento de Recursos Humanos de uma empresa deve estar bem alinhado para sustentar o crescimento do negócio. Afinal, para atrair e reter os melhores talentos, você precisa oferecer condições de trabalho adequadas. Do contrário, o turnover pode ser tornar um problema complexo que impacta negativamente os resultados da organização.

Para ajudá-lo, vamos apresentar ações para melhorar esse cenário. Além de entender melhor o que significa o termo turnover, continue a leitura para saber quais fatores influenciam, além dos impactos negativos e as dicas do que pode ser feito para reduzir essas taxas. Acompanhe!

O que é turnover

Turnover é o termo referente à alta rotatividade de funcionários dentro de uma empresa. Em uma visão mais objetiva, pode ser definido como os ciclos recorrentes de admissão e demissão de colaboradores.

São vários fatores que influenciam o aumento desse índice. Conheça alguns deles:

  • baixos salários;
  • falta de uma política de benefícios atrativa;
  • ambiente insalubre;
  • clima organizacional ruim;
  • rotina não condizente com o que foi oferecido na contratação;
  • insatisfação com o trabalho.

Estar atento aos motivos que elevam a taxa de turnover é fundamental para que a organização consiga driblar esse problema.

Os impactos do turnover nas empresas

As três principais dificuldades que a sua empresa pode enfrentar caso tenha uma alta taxa de turnover são:

Prejudicar a rotina do departamento

Quando um trabalhador pede o seu desligamento da empresa, os responsáveis pelo departamento de RH têm que interromper o que estão fazendo e se dedicar a toda burocracia envolvida em um processo de demissão.

Isso quer dizer que, caso os gestores estejam trabalhando em um novo projeto, ele ficará suspenso até que consigam solucionar os impactos dessa baixa no quadro de funcionários.

É preciso verificar as questões financeiras, férias, 13º, sindicato, fazer ajustes na equipe e iniciar um novo processo seletivo para a contratação do próximo colaborador.

Esses projetos que ficam suspensos se transformam em um ciclo recorrente no qual a falta de dedicação a novas ações prejudica a retenção de talentos — e ocasiona outras demissões.

Desequilibrar o orçamento

Tanto os processos admissionais quanto os demissionais exigem tempo e dinheiro. Um processo seletivo eficaz deve ser planejado e, assim como a contratação, gera custos.

Com a demissão não é diferente. O pagamento dos direitos trabalhistas pode desequilibrar o fluxo de caixa da empresa.

Manchar a imagem da empresa

Os colaboradores são as pessoas que mantém um relacionamento constante com clientes e fornecedores de uma empresa. A alta rotatividade prejudica a imagem da marca perante esses públicos estratégicos.

Se imagine no lugar de alguém que sempre é atendido por uma pessoa diferente ao chegar para fazer uma compra ou ligar para aquela empresa? Além disso, não vai consolidar um relacionamento com alguém que já conhece a sua maneira de trabalho. Certamente, passará a imaginar o que existe de errado naquela organização, concorda?

Outro problema envolve o processo de negociação. Tendo a imagem de que nem os funcionários estão satisfeitos com a empresa, possivelmente você vai procurar um empreendimento que traga mais segurança.

A concorrência também fica sabendo que esse rodízio acontece com uma certa frequência, uma vez que os currículos serão enviados para vagas semelhantes, já que a experiência conta bastante na hora de arrumar um novo emprego.

Na hora de absorver os grandes talentos disponíveis no mercado, as propostas do concorrente podem ser mais atrativas e, mais uma vez, a empresa com um alto índice de turnover sai prejudicada.

Como reduzir o índice de turnover

Se a empresa na qual você trabalha está sofrendo com os altos índices de turnover e já começou a sentir os impactos negativos, confira agora as medidas que podem ser tomadas para reverter o quadro e trabalhar com a prevenção. Separamos 3 delas para que você possa iniciar a mudança agora mesmo:

Dar feedbacks constantes

Implemente uma política de incentivo ao feedback na empresa. Uma das responsabilidades dos líderes de setor é assegurar o bom andamento da sua equipe e as reuniões semanais ou quinzenais são fundamentais para o devido alinhamento entre os colaboradores.

Quando os funcionários têm acesso aos pontos negativos e positivos do seu trabalho, descobrem onde estão as suas falhas e são elogiados pelo bom desempenho, podem desenvolver os acertos e corrigir os erros.

Contudo, esteja atento a postura dos gestores para não surtir o efeito contrário. As avaliações devem ser feitas individualmente, mas em um mesmo período para não haver constrangimentos.

Capacitar a equipe

Treinamentos técnicos e comportamentais são investimentos que capacitam os funcionários e melhoram o ambiente de trabalho.

É obrigação da empresa fornecer as ferramentas adequadas para que o profissional possa desenvolver o seu trabalho e quando isso é feito na forma de capacitação, o colaborador se sente valorizado.

Oferecer horários flexíveis

A questão dos horários é sempre muito polêmica dentro das empresas e, muitas vezes, é oferecido um percentual de assiduidade para incentivar que os indivíduos cheguem no horário correto. Entretanto, a pontualidade não deve ser vista como um grande diferencial dos funcionários.

Algumas funções exigem que os profissionais trabalhem com a criatividade ou fazendo serviços internos que não necessitam de contato com clientes e fornecedores. Por isso, uma das tendências do mercado atual é a prática do home-office, em que o colaborador pode desempenhar a sua função por meio de um sistema de acesso remoto, mas da sua própria casa.

Faça um teste com a sua equipe de marketing, oferecendo a possibilidade de trabalhar remotamente uma vez por semana e avalie o rendimento na produção das artes visuais ou dos projetos.

O horário da empresa também pode ser flexibilizado. No lugar de estabelecer horário de entrada e saída, possibilite um esquema de carga horária.  Assim, a pessoa não precisa estar no escritório das 8 da manhã até as 6 da tarde, mas pode escolher o período do dia em que o seu trabalho renda mais. Por exemplo, das 10 da manhã às 4 da tarde, fechando 6 horas sem intervalos.

Reduzindo essa taxa, a empresa só tem a ganhar em produtividade e lucratividade! Que tal se reunir com seus superiores e começar já a testar as ações sugeridas para diminuir e prevenir a alta dos índices de turnover na empresa?

Um mapeamento correto do perfil dos candidatos também pode auxiliar a amenizar esse problema. Clique aqui para ler o nosso artigo sobre esse assunto e saiba mais!

ebook manual contratação eficiente