Escolha uma Página

Muitas pessoas acreditam que o custo de um funcionário para a empresa é apenas o salário que ele recebe. Entretanto, esse valor é muito maior, uma vez que ela precisa arcar com benefícios, encargos e tributos que, segundo um estudo da FGV, faz com que o gasto total seja de até 183% do montante inicial.

Por esse ser um valor muito alto e representar um dos principais gastos das empresas, é fundamental compreender como o montante final é formato, bem como quais as melhores práticas para reduzir o custo total com funcionários.

Pensando nisso, apresentamos abaixo as principais informações sobre o custo de um funcionário, mostrando como seu time de RH pode minimizar esse valor. Confira!

Como determinar o custo de um funcionário para a empresa?

Como falamos, o custo de um funcionário para a empresa é definido pela soma de sua remuneração aos demais gastos que sua contratação e permanência geram, como benefícios, encargos e tributos.

Neste sentido, para determinar o valor total que a empresa precisa ter para contratar e manter um novo colaborador é preciso levantar todas as variáveis que impactam nessas práticas.

O ideal é que a análise seja feita por tipo de colaborador e as características de sua permanência. Isso porque um estagiário apresenta gastos diferentes de um analista de marketing, que também se difere de um analista de TI, por exemplo.

Quais variáveis devem ser consideradas?

Existem elementos comuns no cálculo do custo de um funcionário para a empresa. Entre eles, estão:

  • custo de contratação;
  • treinamentos iniciais;
  • ferramentas e uniformes;
  • remuneração;
  • vale-transporte;
  • vale-alimentação;
  • plano de saúde;
  • seguro de vida;
  • programa de qualificação;
  • encargos sociais;
  • impostos.

Normalmente, os valores variam conforme as condições e características da vaga oferecida. As empresas também costumam repassar parte do custo de alguns benefícios, como vale-transporte e alimentação, para o profissional, que fica responsável por um percentual do valor recebido.

Além disso, é importante considerar que outros fatores podem aumentar o custo de um funcionário para a empresa, como afastamentos, licença-maternidade ou até mesmo sua demissão. Por isso, é importante estimar esses valores para formar o orçamento.

Como minimizar o custo de um funcionário?

Além de formar um orçamento eficiente, é importante que a empresa busque maneiras de minimizar os gastos com funcionários, principalmente aqueles que não geram valor para o time. Abaixo, apresentamos 4 formas de fazer isso. Veja!

1. Avalie formas de isenção

A legislação trabalhista brasileira é muito complexa, bem como suas regras de tributação. Por isso, é importante ter um bom conhecimento dos padrões e condições que permitem alguma forma de isenção ou minimização das taxas que a empresa deve pagar.

Pequenas e microempresas, por exemplo, podem optar pelo sistema do Simples Nacional, que isenta a contribuição ao INSS, reduzindo o custo dos colaboradores ao negócio.

2. Otimize o processo de recrutamento e seleção

Uma forma de cortar gastos é investindo em um processo de recrutamento e seleção otimizado, que utiliza ferramentas de automação para aumentar a eficiência do processo, bem como minimizar erros e a necessidade uma equipe maior para atender as demandas de contratação.

3. Crie um ambiente motivador e produtivo

O gasto com demissão é um dos principais fatores que aumentam o custo de um funcionário para a empresa, uma vez que ela perde todo o investimento feito no profissional e precisa arcar com encargos e tributos sobre a prática.

Por isso, é importante não apenas contratar talentos que apresentam fit cultural com o negócio, mas também manter um ambiente motivador e produtivo para a equipe, garantindo que a satisfação interna seja alta.

4. Aposte na remuneração não variável

Por fim, uma forma de manter um orçamento bem estipulado é adotar o modelo de remuneração não variável, evitando que os gastos com adicionais sejam elevados e fora do que foi planejado.

Fica evidente que determinar o custo de um funcionário para a empresa é importante, bem como buscar formas de reduzir esse valor. Para isso, basta seguir as dicas apresentadas no artigo e ter um bom planejamento.

Agora que você já sabe como determinar o custo de um funcionário e as melhores práticas minimizar esse valor, veja como funciona a gamificação no recrutamento e melhore ainda mais seus resultados!